Beneficiários das casas do Jardim das Acácias recebem oficinas de móveis e massas

Beneficiários das casas do Jardim das Acácias recebem oficinas de móveis e massas
TEXTO: Assessoria de Imprensa   FOTO: Assessoria de Imprensa
Mais de 15 famílias participaram dos cursos oferecidos

As 33 famílias beneficiárias das unidades do conjunto habitacional recém-construído no Jardim das Acácias, poderão melhorar e embelezar suas residências e dar mais sabor à culinária graças ao novo projeto de qualificação e acompanhamento técnico social, promovido pela Prefeitura e Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação, através de parceria com o Governo Federal. A oficina de massa teve seu encerramento nesse último sábado, 8, e o curso de móveis (paletes) será ministrado para esse público até meados de agosto.

Previstas para durarem três meses, as oficinas fazem parte de um trabalho técnico social. “A Secretaria procura sempre incrementar o trabalho com as famílias beneficiadas por habitações populares, pois elas vieram de situação de risco social e necessitam deste apoio. Casas bem mobiliadas e cuidadas aumentam a autoestima dos moradores e as oficinas têm o cunho de proporcionar lares mais confortáveis e diversidade nas alimentações”, diz a superintendente de Políticas Sociais, Francine Chinelatto.

A coordenadora de Assuntos Administrativos, Roberta Fonseca, é quem atua no conjunto habitacional em questão. Ela percorreu o empreendimento de casa em casa para saber quais famílias gostariam de contar com essas oficinas. “A resposta foi bastante positiva, a maioria das famílias demonstrou interesse”, conta.

A dona de casa Denise do Carmo, que mora com o marido e com os dois filhos, achou excelente o curso e aproveitou cada ensinamento das aulas. “Queria que tivessem mais cursos como este, pois aprendi bastante coisa, como a preparar massas e pães. Todo o alimento feito na oficina repartíamos entre os alunos e levávamos para casa. Ainda quero promover um almoço em minha casa, aproveitando todo o conteúdo aprendido no curso”, planeja.

Francine acompanha de perto todas as aulas das oficinas para conferir a evolução dos moradores nos cursos e seguir com as orientações. “Falo para eles construírem cerca em volta das hortas que plantam, para que os cachorros não estraguem tudo. Também oriento para que coloquem o lixo orgânico junto a terra, para que esta se torne mais rica em nutrientes. Cascas de frutas, de ovos, restos de comida, tudo isso ajuda, além de regar todas as manhãs”, explica.

Estas práticas integram o trabalho de acompanhamento social realizado pelos responsáveis da Secretaria no conjunto construído para benefício das famílias cadastradas.

Imagens




Siga e compartilhe
nas Redes Sociais