Caminhada da Paz reúne centenas de pessoas

Caminhada da Paz reúne centenas de pessoas
TEXTO: Assessoria de Imprensa   FOTO: Assessoria de Imprensa
Evento também protestou contra os casos de violência contra a mulher

Vestindo roupas brancas, centenas de pessoas participaram na manhã do último domingo, 24, da Caminhada da Paz no município. Com o tema “Porto Real pela Paz”, o evento partiu do Horto Municipal, passou pela Av. B, no Jardim das Acácias e culminou no Ginásio Gustavo Pereira, no bairro de Fátima, onde foram realizadas ações sociais comunitárias. Os participantes se reuniram para clamar por paz e protestar contra os casos de violência contra a mulher.

A primeira parte do percurso contou com cerca de 100 ciclistas, que realizaram um passeio de bicicleta a partir do Horto Municipal. No Jardim das Acácias, se reuniram a mais de 200 pessoas, que partiram em caminhada. No trajeto, muitas músicas pela paz e demonstrações de alegria em participar do evento, que atraiu crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos.

No Ginásio Gustavo Pereira o evento ganhou mais atrações. Foram realizadas atividades recreativas da Manhã Animada Pintando o 7, 32 cortes de cabelo, 18 massagem, 11 agendamentos para emissão de carteira de trabalho, 68 aferições de pressão arterial, orientações nutricionais, sobre tabagismo e diabetes, 54 escovações supervisionadas e doação de mudas, em esforço que integrou os trabalhos de diversas secretarias municipais. O evento ainda contou com a participação do Projeto Violeta, uma Unidade Móvel do Juizado da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher em parceria com o Governo do Estado, que promove audiências itinerantes com um defensor, um juiz e um promotor, sobre a questão da violência doméstica.

“Atualmente a violência é grande em todos os lugares. Muitas mulheres estão sofrendo caladas em casa esse tipo de situação, e isso não pode continuar ocorrendo. Juntos podemos fazer de Porto Real um modelo de combate a violência. Temos nas mãos a oportunidade de fazer diferente, de promover e espalhar a paz”, pontuou o prefeito, Ailton Marques.

A secretária de Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação, Valéria Ribeiro, destacou a importância da mobilização e a colaboração das demais secretarias e participação da população. “Nós percebemos como a sociedade abraçou essa causa e basta querer e se empenhar para que a mudança seja feita. Há a necessidade de conscientização contra a violência à mulher, que depende da denúncia também por parte da própria vítima”, disse a secretária. As vítimas de violência doméstica que queiram denunciar basta entrarem em contato com o número 180, da Central de Atendimento à Mulher.

A Caminhada pela Paz contou com a participação ainda da deputada estadual, Ana Paula Rechuan, que reforçou seu compromisso em participar dos eventos que levantem o debate sobre o direitos da Mulher. Os secretários municipais de Ordem Pública, Elias Vargas, de Esporte e Lazer, Antônio Sebastião da Silva, de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, Vanessa Miranda e a vereadora Fernandinha e o vereador Valcir da Silva também participaram do evento. Os eventos foram acompanhados de muitos moradores e integrantes de diversas entidades religiosas de Porto Real. O subsecretário de Assistência Social, Phillippe Paiva, agradeceu a todos que colaboraram para que a Caminhada Pela Paz se tornasse uma realidade.  

Entre tantos presente, a aposentada e moradora do bairro de Fátima, Regina Coelho, fez questão de participar. Ela argumenta que barreiras que parecem intransponíveis, podem ser quebradas com o sentimento positivo. “Temos que seguir as palavras e cores da nossa bandeira nacional que nos remetem à ordem, à esperança e à paz”, observa a cidadã em um dia belas mensagens.




Siga e compartilhe
nas Redes Sociais