Hospital recebe carta de reconhecimento pela primeira captação de órgão

Hospital recebe carta de reconhecimento pela primeira captação de órgão
TEXTO: Assessoria de Imprensa   FOTO: Assessoria de Imprensa
Unidade realizou ação no final de 2017

Em reverência e agradecimento ao Hospital Municipal São Francisco de Assis (HMSFA), o Programa Estadual de Transplantes (PET), enviou uma carta, na última quarta-feira, 24, de reconhecimento pelo comprometimento da unidade, pela primeira captação de órgão efetuada no segundo semestre do ano passado. Realizada pelo HMSFA, a ação envolveu a Organização de Procura de Órgãos e Tecidos (OPO Barra Mansa), vinculada ao Programa Estadual de Transplante, responsável por trazer os profissionais que realizaram a captação de órgãos.

O diretor do Hospital, Danilo Bândoli destaca que o sucesso da ação foi o mais importante. “Acionamos a PET, montamos e organizamos a estrutura para realizar a captação do órgão e toda a atuação foi bem sucedida. Estamos muito satisfeitos em poder participar desse gesto tão nobre por parte da família do doador. Foi um trabalho em parceria que deu certo graças ao empenho da equipe do Hospital, dos parceiros da OPO Barra Mansa e, principalmente pelo trabalho do acolhimento e suporte à família do doador”.

O secretário de Saúde, Luiz Fernando Curty Jardim, agradeceu à família e a todos os profissionais envolvidos no procedimento. “Só temos a agradecer à família e a todos os profissionais que participaram desse momento. Mesmo diante da dor profunda, a família acolheu o pedido feito pelo ente querido e através desse ato grandioso, conseguiu oferecer mais qualidade de vida ao receptor. Utilizaram de uma ferramenta muito importante para a vida”.

De acordo com a Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos, o Brasil registrou crescimento nas doações de órgãos no primeiro semestre de 2017. Foram 1.662 doadores, um aumento de 16% em relação ao mesmo período de 2016.

Captação

A família de um paciente que teve morte cerebral confirmada, no Hospital Municipal, autorizou a doação de duas córneas, dois rins e do fígado do paciente, vítima de um acidente vascular cerebral (AVC) em outubro passado.




Siga e compartilhe
nas Redes Sociais