Município participa de XXXIII Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde

Município participa de XXXIII Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde
TEXTO: Assessoria de Imprensa   FOTO: Publicação
Evento que ocorreu em Brasília debateu gestão do SUS

Visando qualificar o trabalho desenvolvido na área da saúde do município, a Prefeitura de Porto Real participou, na última quinta-feira, 13, do XXXIII Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, realizado em Brasília. O evento que foi realizado entre os dias 12 e 15 reuniu secretários municipais, dirigentes e profissionais da área. O subsecretário de Saúde, Leandro de Oliveira e a superintendente de Programas de Saúde, Giane Gioia, representaram a Prefeitura no congresso, que discutiu o tema: 14ª MOSTRA Brasil aqui tem SUS e ainda contou com a presença do deputado federal, Alexandre Serfiotis.

Palestras, oficinas, seminários, cursos e mesas fizeram parte do congresso que debateu, entre outros assuntos, temas relacionados à gestão municipal do Sistema Único de Saúde (SUS).

Conforme Giane, trabalhos como o aperfeiçoamento do sistema de informação quanto ao Prontuário Eletrônico dos pacientes, objetivando a continuidade das informações já coletadas, está sendo realizado. “Foi planejando que iniciamos a implantação do Prontuário Eletrônico no município, bem como a regulação através de um sistema de cotas por profissional, o que trouxe para a população usuária da rede de saúde de Porto Real, conforto no atendimento, não deixando que houvesse demanda reprimida nas especialidades”, pontua.

Entre os temas abordados, esteve a questão de PLANEJAR é a fórmula do momento ímpar que estamos vivendo. Segundo a superintendente, a saúde é um direito de todos e dever do Estado, garantindo mediante políticas sociais e econômicas a redução do risco de doença e outros agravos, assim como o acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação”.

 “Nossa participação no congresso foi muito proveitosa. Os palestrantes eram muito qualificados, e eram temas que têm impacto direto no dia a dia da secretaria. O trabalho do município de Porto Real teve o seu reconhecimento entre os 310 apresentados e dentro do Planejamento SUS Local, ficou entre os 40, sendo o primeiro a ser chamado para a premiação”, explica a superintendente.

“Ainda estamos elaborando ações que, com certeza irão melhorar o atendimento mesmo com a crise atual, que se apresenta tanto a nível federal, estadual e municipal. Nos encontramos em fase de apresentação junto ao Ministério da Saúde, de propostas e projetos que venham contribuir com a oferta de serviços na Saúde do município”, e reforça que este é um trabalho de equipe, possível pela vontade da gestão.




Siga e compartilhe
nas Redes Sociais