Museu da cultura italiana atrai turistas para o município

Museu da cultura italiana atrai turistas para o município
TEXTO: Diana Chaves   FOTO: Dorinha Lopes
Local conta com objetos oriundos da Itália

Museu da cultura italiana atrai turistas para o município

Local conta com objetos oriundos da Itália

 

 

Porto Real

Um lugar que resgata a história e a cultura de Porto Real e que demonstra a importância que a colonização italiana teve para o município, a Casa do Imigrante, atualmente se tornou um dos principais pontos turísticos da cidade, com o cunho ainda de fortalecer raízes. Localizada no Horto Municipal, a casa está com a marca aproximada de 11 mil visitantes e atrai pessoas não só da região, mas também de outros estados e países como Itália, Japão, Portugal, Holanda e França. A entrada é gratuita.

Criada em 2012, a casa, ligada à Secretaria de Educação, Cultura e Turismo, reúne um acervo de fotos e objetos trazidos pelos imigrantes italianos e outros que foram doados por família dos descendentes.

O espaço conta com um vasto acervo que contém fotos e objetos antigos, entre eles, cerca de cem peças entre relógios, rádios, moedor de café, panelas, ferros, máquinas de costura e 200 fotografias dos primeiros imigrantes e famílias que compõem a história do município. Expõe, ainda, aos visitantes recortes de jornais e registros da participação dos descendentes italianos de Porto Real nas gravações da novela Terra Nostra, exibida em 1999.

Segundo a turismóloga, Danielle Delfino, a Casa do Imigrante tem como princípio valorizar a cultura Italiana e resgatar parte da história da cidade. “A casa é um grande orgulho para os moradores de Porto Real, pois aqui eles encontram o verdadeiro resgate da historia da cidade, que teve seu início com a instalação do Engenho Central, a indústria açucareira, a vinda de Dom Pedro II e a Família Real, passando pela colonização italiana e finalizando com a chegada à fase da emancipação da cidade e sua industrialização”, conta.

Ocasionalmente ainda é oferecido o curso de culinária com parcerias como a da Associação Vittorio Emanuele II,  que recebe os moradores do munícipio e região.

O museu fica aberto de terça a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h às 16h e aos finais de semana funciona com visitas agendadas pelo telefone (24) 3353 1221.

 

 

Semana Nacional de Museus

 

No ano passado, a  Casa participou da 14ª Semana Nacional de Museus, realizada pelo Instituto Brasileiro de Museus – Ibram. Através da parceria com o Instituto Dagaz foi montada uma exposição para o evento, onde recebeu diversos visitantes para prestigiar a mostra.

Imagens




Siga e compartilhe
nas Redes Sociais