Porto Real promove despoluição da lagoa do Village

Porto Real promove despoluição da lagoa do Village
TEXTO: Ricardo Moraes  
O trabalho de despoluição da Lagoa do Village, em Porto Real, avançou nos últimos dias e o término do serviço está previsto para o fim do mês de fevereiro.

Porto Real promove despoluição da lagoa do Village

 

     O trabalho de despoluição da Lagoa do Village, em Porto Real, avançou nos últimos dias e o término do serviço está previsto para o fim do mês de fevereiro. “Estamos concluindo a limpeza do sobrenadante, aquela vegetação que cobria a Lagoa e deixava um aspecto muito ruim. Esta ação melhora a qualidade da água e aumenta a quantidade de peixes”, explica o secretário Municipal de Meio Ambiente, Reinaldo José Raimundo, que reforça a recomendação para que os moradores não tomem banho na Lagoa em função da profundidade de até 5 metros no local. 

Armadilhas apreendidas

     A partir de denúncias feitas por moradores, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Porto Real apreendeu armadilhas para captura de pássaros, na última quarta-feira, dia oito, no Bairro Village.  “Caçar animais silvestres é crime e os responsáveis estão sujeitos à Lei Federal 9605/98, que prevê detenção de seis meses a um ano, e à Lei Municipal 322/08, que estabelece multa de R$ 500,00 por exemplar apreendido”, adverte o fiscal ambiental Geovane Andrade, reforçando a importância da população para coibir a ação dos caçadores no município. O profissional registra ainda a importância da fauna local. “Nem todo mundo sabe que Porto Real tem uma espécie ameaçada de extinção, o Cágado do Paraíba, que motivou o IBAMA a estabelecer um refúgio de vida silvestre no município”,




Siga e compartilhe
nas Redes Sociais